Planeie a sua logística para a Austrália

Guia disponibilizado pela Ingram Micro Commerce & Lifecycle Services

1 Vista geral

O desafio

Com uma população jovem e altamente diversificada e numa posição estratégica para segmentar a região APAC, a Austrália oferece às empresas muitas oportunidades de crescimento. Embora não seja por si só um mercado massivo, muitas empresas iniciam atividade na Austrália e expandem o negócio ou utilizam a Austrália como um ponto na respetiva estratégia global.

O seu objetivo

Após ler este guia, vai compreender as oportunidades proporcionadas pela Austrália e como tirar o máximo partido das mesmas, bem como obter uma ideia geral do posicionamento da Austrália no equilíbrio de poderes global e por que motivo este posicionamento afeta as empresas.

2 Expandir o negócio para a Austrália

A Austrália desenvolveu-se ao longo dos anos e é agora um dos principais mercados de bens de consumo que a maioria das empresas considera como um ponto de partida para a atrativa região APAC. A Austrália tem ligações à Ásia mediante acordos, como o Acordo de Comércio Livre entre a China e a Austrália, mas também está em sintonia com as marcas e a cultura americanas. Com várias influências, incentivos governamentais e uma população jovem, a Austrália é um mercado de comércio eletrónico e de processamento de encomendas atrativo.

alt text

3 Factos rápidos e vantagens da atividade comercial na Austrália

  • População altamente diversificada, onde a imigração é responsável por 60% do aumento da população. Estes fatores traduzem-se num país extremamente recetivo a novos produtos e a novas empresas1

  • 90% da população vive numa cidade (Sydney e Melbourne são as principais áreas urbanas)2

  • De acordo com o Australia Post, os tempos de entrega médios para a maioria das cidades na costa leste são de 1 a 3 dias, mas da costa oeste para Perth e para as cidades a ocidente podem ser de 5 a 6 dias3

  • A Austrália tem a despesa com vestuário per capita mais elevada do mundo e está previsto que aumente 56,5% até 2025. O panorama australiano é atrativo para a indústria do vestuário e outras indústrias, como a de artigos desportivos e no âmbito do estilo de vida4


  1. Instituto de Estatística da Austrália 

  2. Banco Mundial 

  3. Australia Post 

  4. Statista 

4 Tendências dos clientes

É essencial refletir sobre o comportamento dos clientes antes de expandir a sua empresa para novos mercados. De que forma é que o seu cliente-alvo costuma comprar produtos? Qual é o método de entrega preferencial dos clientes? Os fatores seguintes dão uma ideia do impacto que as tendências dos clientes vão ter na sua atividade comercial na Austrália.

Um estudo recente da empresa Roy Morgan indica que os australianos gastaram mais de 41 mil milhões de dólares em compras online em 2016, com 4 em 10 pessoas a comprarem, pelo menos, uma vez por mês através de lojas de comércio eletrónico.

  • Os consumidores australianos querem tempos de entrega rápidos, incluindo entrega no mesmo dia. Mais de 80% dos australianos utilizaram ou pretendem utilizar o envio no mesmo dia e 75% utilizaram ou pretendem utilizar o envio ao fim de semana ou após o horário normal1
  • Os envios padrão, expresso e Clicar e levantar são as 3 opções de envio mais comuns disponibilizadas atualmente pelos retalhistas australianos
  • As experiências de compras compatíveis com dispositivos móveis, quer seja uma app ou uma loja compatível com dispositivos móveis baseada na Web, garantem que o cliente consegue fazer compras a partir de qualquer localização. Com mais de 19,4 milhões de utilizadores de telemóveis na Austrália, mais de 35% das transações de comércio eletrónico foram efetuadas em dispositivos móveis e quase 27% dos utilizadores de telemóveis fazem compras semanalmente2

  1. Relatório da Temando sobre as estratégias de envio do comércio eletrónico 

  2. eMarketer 

5 Modelos de processamento de encomendas

Compras transfronteiriças com destino à Austrália

Testar o mercado australiano é relativamente fácil para muitas empresas. Estas efetuam envios transfronteiriços para a Austrália através de um ponto na região APAC. Os australianos estão habituados a fazer compras no estrangeiro, pelo que o país é um mercado recetivo a uma estratégia transfronteiriça. Os principais pontos de entrada na Austrália são desde Hong Kong, China ou Singapura.

Processamento de encomendas dentro da Austrália

Os modelos de processamento de encomendas mais comuns na Austrália são um centro de logística único na área de Sydney ou 2 centros de logística em Sydney e Melbourne. Neste caso, Sydney e Brisbane são abrangidas pela localização de Sydney e Melbourne, Perth e Adelaide são abrangidas pela localização de Melbourne.

6 Transporte

Transportadoras de encomendas pequenas

A transportadora mais comum na área é o Australia Post, que abrange todo o território australiano. O Australia Post disponibiliza vários métodos de entrega que podem ir ao encontro dos seus planos de exportação, incluindo cacifos de recolha de encomendas seguros (acessíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana) em centenas de pontos específicos em todo o país.

Para entregas de encomendas de empresas:

  • O Australia Post e a Toll detêm 60% da quota de mercado
  • A TNT detém 10% da quota de mercado
  • A DHL detém 5% da quota de mercado

Para entregas diretamente ao consumidor:1

  • O Australia Post detém 75% da quota de mercado
  • A Toll detém 10% da quota de mercado
  • A TNT detém 5% da quota de mercado

Outras transportadoras de encomendas pequenas

Surgiram vários operadores de encomendas pequenas e transportadoras no mercado australiano que fornecem soluções de envio inovadoras. Seguem-se alguns exemplos:

  • A Sendle tira partido da capacidade disponível das empresas de transporte parceiras para as encomendas

  • A ParcelPoint utiliza mais de 1500 pontos de venda, incluindo quiosques, farmácias e lojas de conveniência, como locais de levantamento

  • A WizMe oferece uma taxa fixa nacional de 10,69 $ mais um valor reduzido por uma caixa


  1. The Australian 

7 Como iniciar a atividade comercial na Austrália

Como o país não é um mercado massivo, muitas empresas iniciam atividade na Austrália e expandem o negócio ou utilizam a Austrália como um ponto na respetiva estratégia global.

Ao ponderar a sua entrada no mercado australiano, pense nos prós e contras de constituir uma empresa e no tipo de estrutura empresarial adequado para si. Assim que definir um veículo de negócio, candidate-se para obter um ABN (número de empresa australiano) e um TFN (número de identificação fiscal) e ao GST (imposto sobre bens e serviços) e ao PAYG (pagamento de impostos em prestações, se tiver colaboradores).

Também tem de determinar se o seu produto vai precisar de uma declaração de importação e se tem de registar a marca comercial caso opte por configurar o seu próprio domínio australiano. Por último, encontre um centro logístico e transportadoras que abranjam as regiões da Austrália que lhe interessam.

O Market Finder inclui uma análise detalhada do índice Doing Business do Banco Mundial, que lhe permite ter uma ideia da facilidade de fazer negócios na Austrália. Esta pontuação classifica cada uma das economias mundiais relativamente à facilidade de constituir e gerir uma empresa local, numa escala de 1 a 190. São avaliados dez aspetos para obter a pontuação. Estes incluem a facilidade de obtenção de eletricidade, a facilidade de obtenção de crédito e o potencial para o comércio transfronteiriço.

Ao realizar negócios num novo mercado, é recomendável conhecer os desafios administrativos, regulamentares e logísticos que podem surgir. Com o Market Finder, é muito mais fácil compreender os requisitos legais e a logística. O produto oferece-lhe mais apoio técnico e ferramentas, incluindo estatísticas e guias detalhados.

alt text

A Ingram Micro Commerce & Lifecycle Services fornece soluções de logística que ajudam as empresas a ligarem a procura à oferta.

Nota

Os conteúdos disponibilizados no site destinam-se apenas a fins informativos. Para aconselhamento financeiro, fiscal ou jurídico, consulte um especialista.