A receita internacional da Noom aumenta 80% com a ajuda da Google

Como a localização no Google Play aumenta o ritmo de crescimento do app de saúde

Objetivos

  • Localizar a app para alcançar novos públicos-alvo
  • Expandir a base de utilizadores global
  • Aumentar a receita internacional

Abordagem

  • Analisou os mercados internacionais para determinar o modelo financeiro adequado para cada um
  • Localizou as bases de dados de alimentos e introduziu formadores locais para cada mercado
  • Traduziu a app em cinco idiomas e a página da Ficha da loja em 11
  • Utilizou notificações para aumentar a interação dos utilizadores

Resultados

  • A receita internacional no Android cresceu 80% em três anos
  • A receita no Japão cresceu 480% no mesmo período
  • A interação dos utilizadores aumentou até quatro vezes
  • Agora, a app marca presença nos mercados japonês, coreano, alemão e latino-americano

A Noom oferece uma gama de apps que visam ajudar as pessoas a terem vidas mais saudáveis. Após o lançamento da app Noom: perda de peso no Google Play, a startup baseada em Nova Iorque utilizou as ferramentas de localização da Google para adaptar a app a diferentes mercados e expandir internacionalmente a base de utilizadores, tendo registado um aumento de 80% da receita.

A startup de saúde e bem-estar Noom oferece apps de acompanhamento de perda de peso e exercícios, com mais de 45 milhões de utilizadores espalhados pelo mundo.

A app Noom: perda de peso ajuda os utilizadores ao guiá-los por programas de mudança de comportamento, incentivando-os a criarem melhores hábitos de vida com apoio específico para problemas de saúde como a diabetes.

A Noom lançou a primeira app para Android nos EUA através do Google Play e pretendia expandir a base de utilizadores para além da América do Norte. Ao analisar o alcance do serviço, a equipa percebeu que também tinha a chave para alcançar os planos de expansão internacionais.

Através do Google Play, os programadores de apps podem adicionar traduções e recursos gráficos localizados à página da Ficha da loja da app, bem como traduções de ficheiros APK, produtos na app e campanhas do Google Ads. Neste sentido, e para alcançar o objetivo de entrar nos mercados coreano, japonês, alemão e latino-americano, a Noom decidiu utilizar o Google Play para localizar a app e, deste modo, interagir melhor com os utilizadores em várias áreas.

A Noom realizou análise aprofundada para determinar o modelo financeiro certo para cada mercado internacional para o qual pretendia expandir-se. A análise incluiu a avaliação dos concorrentes em cada mercado, bem como do comportamento de compra no setor local da saúde e bem-estar. Em seguida, a empresa traduziu a app em cinco idiomas e a página da Ficha da loja do Google Play em 11. Depois, efetuou experiências com preços para determinar o modelo ideal para cada mercado: subscrições, compras na app ou uma app premium.

A app Noom inclui receitas e planos de refeições, pelo que a empresa também teve de localizar as suas bases de dados de alimentos para cada mercado. Através de uma combinação de editores de gastronomia locais, bases de dados de alimentos existentes e sugestões dos utilizadores, a app inclui agora pratos locais e marcas de alimentos embalados populares em cada mercado.

O apoio é outro elemento importante da app da Noom, e os utilizadores têm direito a um coach pessoal. No âmbito da sua entrada em mercados internacionais, a Noom contratou coaches locais para cada mercado, o que removeu as barreiras de idiomas e reduziu os tempos de resposta para os utilizadores da app, uma vez que os coaches estão no mesmo fuso horário dos utilizadores. A Noom também implementou vários tipos de notificações. Em conjunto com os coaches locais, as notificações aumentaram a interação dos utilizadores três a quatro vezes.

Além do aumento na interação dos utilizadores, a Noom observou um aumento de 80% no crescimento da receita internacional no Android nos últimos três anos, após implementar a localização para o Google Play.

Só no Japão, a receita aumentou mais de 480% durante o mesmo período. "O foco global do Android e as excelentes ferramentas de localização facilitaram imenso a decisão de avançarmos com a globalização", afirma Artem Petakov, cofundador e presidente da Noom. "A localização para novos mercados tem sido um fator de crescimento consistente para a Noom."

A expansão ainda não terminou. Para identificar oportunidades futuras, a equipa está a analisar outros países com forte penetração do Android e planeia continuar a aplicar estes métodos de localização para aumentar ainda mais o crescimento internacional.

"O foco global do Android e as excelentes ferramentas de localização facilitaram imenso a decisão de avançarmos com a globalização. A localização para novos mercados tem sido um fator de crescimento consistente para a Noom." Artem Petakov, cofundador e presidente, Noom